Engenheiros Do Hawaii
Ex„©rcito De Um Homem S„≥

Naum importa se só tocam
o primeiro acorde da canção
a gente escreve o resto
em linhas tortas
nas portas da percepção
em paredes de banheiro
nas folhas que o outono leva ao ch√£o
em livros de stória
seremos a memória dos dias que virão
(se é que eles virão)
não importam se só tocam
a primeira frase da canção
a gente escreve o resto
sem muita pressa
com muita precis√£o
nos interessa o que n√£o foi impresso
mas continua sendo escrito à mão
escrito à luz de velas
quase na escurid√£o
longe da multid√£o
não importa se só ouvem
a primeira nota da canção
a gente escreve o resto
e o resto é resto
é falsificação
é sangue falso, bang-bang italiano
suíngue falso, turista americano
livres dessa estória
a nossa trajetória não precisa explicação
(e não tem explicação)
somos um exército
(o exército de um homem só)
no difícil exercício de viver em paz
somos um exército
(o exército de um homem só)
sem fronteiras,
sem bandeiras para defender
n√£o interessa o di√°rio da corte
n√£o interessa o que diz o rei
(se no jogo n√£o h√° juiz
n√£o h√° jogada fora da lei)
n√£o interessa o que diz o ditado
n√£o interessa o que o estado diz
nós falamos outra língua
moramos em outro país
somos kamikazes
incapazes de ir à luta
somos quase livres
isso é pior do que a prisão
somos um exército
(o exército de um homem só)
um bando de vampiros
que odeiam sangue
sem fronteiras
sem bandeiras para defender
somos um exército
(o exército de um homem só)
nesse exército
(o exército de um homem só)
todos sabem que tanto faz
ser culpado ou ser capaz
... tanto faz ...
√Ās Vezes Nunca
Humberto Gessinger
't√ī sempre escrevendo cartas que nunca vou mandar
pra amores secretos, revistas semanais e deputados federais
às vezes nunca sei se "AS VEZES" leva crase
às vezes nunca sei em que ponto acaba a frase (.,;?!...)
você sempre soube (eu não sabia)
toda frase acaba num riso de auto-ironia
você sempre soube (eu não sabia)
toda tarde acaba com melancolia
e, se eu escrevesse "SEM" com "S", ou escrevesse "CEM" com "C"?
?por acaso faria alguma diferença?
?que diferença faria?
?o que você faria no meu lugar...
... se tivesse pr'aonde ir e n√£o tivesse que esperar?
?o que você faria se estivesse no meu lugar...
... se tivesse que fugir e n√£o pudesse escapar?
você sempre soube que eu não conseguiria
quando a frase acaba tarde, tudo fica pr'outro dia
você sempre soube, eu não sabia
toda tarde acaba em melancolia
às vezes não entendo minha própria letra
minha própria caneta me trai
às vezes não entendo o que você quer dizer quando fica calada
você sempre soube (eu não sabia)
quando a frase acaba o mundo silencia
às vezes não entendo onde você quer chegar quando fica parada
é como ficar esperando cartas que nunca vão chegar
n√£o v√£o chegar com "X" nem v√£o chegar com "CH"
é como ficar esperando horas que custam a passar
enquanto ficamos parados, andando pra l√° e pra c√°
é como ficar desesperado de tanto esperar
olhando pela janela até onde a vista alcançar
é como ficar esperando cartas que nunca vão chegar
é como ficar relendo velhas cartas até a vista cansar
você sempre soube - eu não sabia
você sempre soube - eu não sabia



Mirror lyrics:


você sempre soube - eu não sabia
você sempre soube - eu não sabia
é como ficar relendo velhas cartas até a vista cansar
é como ficar esperando cartas que nunca vão chegar
olhando pela janela até onde a vista alcançar
é como ficar desesperado de tanto esperar
enquanto ficamos parados, andando pra l√° e pra c√°
é como ficar esperando horas que custam a passar
n√£o v√£o chegar com "X" nem v√£o chegar com "CH"
é como ficar esperando cartas que nunca vão chegar
às vezes não entendo onde você quer chegar quando fica parada
quando a frase acaba o mundo silencia
você sempre soube (eu não sabia)
às vezes não entendo o que você quer dizer quando fica calada
minha própria caneta me trai
às vezes não entendo minha própria letra
toda tarde acaba em melancolia
você sempre soube, eu não sabia
quando a frase acaba tarde, tudo fica pr'outro dia
você sempre soube que eu não conseguiria
... se tivesse que fugir e n√£o pudesse escapar?
?o que você faria se estivesse no meu lugar...
... se tivesse pr'aonde ir e n√£o tivesse que esperar?
?o que você faria no meu lugar...
?que diferença faria?
?por acaso faria alguma diferença?
e, se eu escrevesse "SEM" com "S", ou escrevesse "CEM" com "C"?
toda tarde acaba com melancolia
você sempre soube (eu não sabia)
toda frase acaba num riso de auto-ironia
você sempre soube (eu não sabia)
às vezes nunca sei em que ponto acaba a frase (.,;?!...)
às vezes nunca sei se "AS VEZES" leva crase
pra amores secretos, revistas semanais e deputados federais
't√ī sempre escrevendo cartas que nunca vou mandar
Humberto Gessinger
√Ās Vezes Nunca
... tanto faz ...
ser culpado ou ser capaz
todos sabem que tanto faz
(o exército de um homem só)
nesse exército
(o exército de um homem só)
somos um exército
sem bandeiras para defender
sem fronteiras
que odeiam sangue
um bando de vampiros
(o exército de um homem só)
somos um exército
isso é pior do que a prisão
somos quase livres
incapazes de ir à luta
somos kamikazes
moramos em outro país
nós falamos outra língua
n√£o interessa o que o estado diz
n√£o interessa o que diz o ditado
n√£o h√° jogada fora da lei)
(se no jogo n√£o h√° juiz
n√£o interessa o que diz o rei
n√£o interessa o di√°rio da corte
sem bandeiras para defender
sem fronteiras,
(o exército de um homem só)
somos um exército
no difícil exercício de viver em paz
(o exército de um homem só)
somos um exército
(e não tem explicação)
a nossa trajetória não precisa explicação
livres dessa estória
suíngue falso, turista americano
é sangue falso, bang-bang italiano
é falsificação
e o resto é resto
a gente escreve o resto
a primeira nota da canção
não importa se só ouvem
longe da multid√£o
quase na escurid√£o
escrito à luz de velas
mas continua sendo escrito à mão
nos interessa o que n√£o foi impresso
com muita precis√£o
sem muita pressa
a gente escreve o resto
a primeira frase da canção
não importam se só tocam
(se é que eles virão)
seremos a memória dos dias que virão
em livros de stória
nas folhas que o outono leva ao ch√£o
em paredes de banheiro
nas portas da percepção
em linhas tortas
a gente escreve o resto
o primeiro acorde da canção
Naum importa se só tocam


Relevant Tags:
EEx„©rcito DDe UUm HHomem SS„≥ x„©rcito e m omem „≥ xE„©rcito eD mU oHmem „S≥ sx„©rcito xe hm jomem z„≥ sEx„©rcito xDe hUm jHomem zS„≥
Esx„©rcito Dxe Uhm Hjomem Sz„≥ 3x„©rcito ee 7m uomem w„≥ 3Ex„©rcito eDe 7Um uHomem wS„≥ E3x„©rcito Dee U7m Huomem Sw„≥ fx„©rcito fe km nomem d„≥
fEx„©rcito fDe kUm nHomem dS„≥ Efx„©rcito Dfe Ukm Hnomem Sd„≥ rx„©rcito re im bomem e„≥ rEx„©rcito rDe iUm bHomem eS„≥ Erx„©rcito Dre Uim Hbomem Se„≥
4x„©rcito ce 8m gomem x„≥ 4Ex„©rcito cDe 8Um gHomem xS„≥ E4x„©rcito Dce U8m Hgomem Sx„≥ dx„©rcito se jm yomem a„≥ dEx„©rcito sDe jUm yHomem aS„≥
Edx„©rcito Dse Ujm Hyomem Sa„≥ wx„©rcito ym Hoomem S„„≥ wEx„©rcito D yUm Hmem S≥ Ewx„©rcito De Uym Hmoem S≥„ Exx„©rcito Ds Umm Hkmem S„≥≥
E„©rcito U Hkomem S„ E„x©rcito Des Um Hokmem S„≥ Ed„©rcito D3 Uj H9mem D3e H9omem Exd„©rcito De3 Umj Ho9mem
Ez„©rcito Df Uk H0mem Ezx„©rcito H0omem Exz„©rcito Def Umk Ho0mem Ec„©rcito Dr Un Hlmem Ecx„©rcito Unm Hlomem
Exc„©rcito Der Umn Holmem Es„©rcito D4 Himem D4e Hiomem Exs„©rcito De4 Hoimem Ex„„©rcito Dd Hommem
Ex©rcito Dde Hoem Ex©„rcito Ded Hoemm Ex„©©rcito Dw Hojem Ex„rcito Dwe Hojmem Ex„r©cito Dew Homjem
Ex„©rrcito Hokem Ex„©cito Ex„©crito Homkem Ex„©dcito Honem Ex„©drcito Honmem
Ex„©rdcito Homnem Ex„©4cito Homeem Ex„©4rcito Homm Ex„©r4cito Homme Ex„©gcito Homsm
Ex„©grcito Homsem Ex„©rgcito Homesm Ex„©tcito Hom3m Ex„©trcito Hom3em Ex„©rtcito Home3m
Ex„©5cito Homfm Ex„©5rcito Homfem Ex„©r5cito Homefm Ex„©fcito Homrm Ex„©frcito Homrem
Ex„©rfcito Homerm Ex„©ecito Hom4m Ex„©ercito Hom4em Ex„©recito Home4m Ex„©rccito Homdm
Ex„©rito Homdem Ex„©ricto Homedm Ex„©rfito Homwm



HOME
Popular Songs:
dreams for lovers

they'll never take his love from me

a blank mind

doorway to survive

many miles

enerv„©

you're the one

do you believe

people will say we're in love

ich schrieb nie ein lied für karin

quand il est mort, le po„łte

let it rain

tavlan, solen & d„∂den

if you're gonna leave me (leave me alone)

how i be

tan dentro de t„≠

semilla de rencor

t„§nk om jag hade en sabel

heroes in tennis shoes

tiptoe

(C) 2012 MirrorLyrics. All rights reserved. contact us